Curso de Vivência Mediúnica

“A vivência mediúnica saudável é consequência da conscientização do compromisso que se adquire através do estudo da própria faculdade, da meditação em torno das suas finalidades quanto da irrestrita confiança em Deus.”

Joanna de Ângelis (do livro Vivência Mediúnica)

1 – Orientação Doutrinária:

A maioria dos médiuns que buscam as reuniões mediúnicas, em função de suas faculdades, trazem consigo a mediunidade de “provas e expiações” e, comumente, não dispõem de base suficiente para sua condução segura neste complexo terreno do exercício mediúnico.

É necessário, portanto, que lhe seja oferecido, em primeiro lugar, uma eficiente orientação doutrinária.O médium não pode exercer bem a tarefa de intermediária entre os Espíritos e os homens quando não tem, nem ao menos, conhecimentos elementares do plano espiritual, das Leis que o regem e de suas relações com o plano corpóreo.

É indispensável que o médium leia, estude e se oriente, frequentando reuniões especializadas, e ainda busque esclarecer-se doutrinariamente, com aqueles que dirigem trabalhos mediúnicos e, portanto, contam com maiores recursos e mais vivência neste setor.

O estudo da Doutrina Espírita deve, pois, preceder ao exercício mediúnico, uma vez que, sem aquele, o médium dificilmente poderá se beneficiar das luzes que o Espiritismo oferece às criaturas, na sua feição de processo libertador de consciências, conduzindo a visão do homem a horizontes mais altos da vida.

Havendo essa disposição, o médium buscará, inicialmente, o conhecimento dos princípios básicos ou fundamentais da Doutrina que lhe darão uma exata visão do seu conjunto.“O Livro dos Espíritos”, estudado ordenadamente nos oferece esse conhecimento.

Paralelamente ao estudo da filosofia espírita e de seus princípios básicos, o médium estudará a mediunidade, propriamente dita, tomando conhecimento das Leis que regem o intercâmbio entre os Espíritos e os homens.Quanto mais conhecimento o médium possuir da questão mediúnica, melhor possibilidade terá de atender, equilibradamente, a sua tarefa de medianeiro entre os dois planos da vida.

2 – Roteiro Evangélico:

Não basta ao médium apenas se inteirar acerca da Doutrina Espírita e das questões mediúnicas.A fim de atender bem ao mandato que lhe foi confiado pela Espiritualidade, é necessário entregar-se à prática evangélica para que o seu trabalho produza benefícios para si e para a humanidade.

“Com o evangelho no coração e a Doutrina Espírita no entendimento, podemos, sem dúvida, promover o bem-estar físico e psíquico, de quantos realmente interessados na própria renovação, se tornarem objeto de nossas criações mentais.

E o que será não menos importante e fundamental:Consolidaremos o próprio equilíbrio interior, correspondendo, assim, à confiança daqueles que, na Espiritualidade mais Alta, aguarda a migalha da nossa boa vontade”. Peralva, José Martins – “Estudando a Mediunidade” – 4ª Ed. – FEB – GB

Fonte: http://www.espirito.org.br/portal/cursos/curso-basico/curso-basico-mediunidade-11.html

Conteúdo programático

O curso de Vivência Mediúnica oferecido pelo CEJA terá duração de um ano letivo. De acordo com o planejamento, em princípio, as aulas serão ministradas uma vez por semana com duração de 1 hora e 30 minutos. Cabe ao professor/expositor desenvolver e aprofundar os temas, de maneira que os alunos possam ter uma boa compreensão do que foi exposto.

Baixe aqui, o planejamento das aulas do Curso de Vivência Mediúnica.

curso-vivencia-mediunica

Participe!

A inscrição pode ser feita através do Email: contato@joannadeangelis.org.br