Não responsabilize os outros pela sua felicidade

enviada pelo colaborador: Gabriel Grandi

É comum ouvirmos expressões do tipo:

– Quando eu conquistar o amor da minha vida, serei feliz…

– Quando meu marido se tornar uma pessoa mais compreensível, serei feliz…

– Quando meu filho se tornar mais obediente, serei feliz…

– Quando minha amada voltar para meus braços, serei feliz…

Esquecem-se essas pessoas de que:

– O amor de sua vida pode apaixonar-se por outra pessoa…

– O marido pode, ao longo de toda uma vida, nunca mudar o seu jeito de ser…

– Muitos filhos, apesar da boa educação que receberam, tornam-se rebeldes sem causa…

– A pessoa amada pode trilhar outros caminhos e cair nos braços de outra pessoa…

 

Se você é uma pessoa habituada a depositar nos outros a sua felicidade, eu lhe pergunto:

Caso o outro não corresponda a sua expectativa, então você se condenará à infelicidade “eterna”?

As pessoas a sua volta, podem contribuir, mas não são os responsáveis pela sua felicidade.

Você não deve atrelar a sua felicidade a outrem. A dependência nunca é algo salutar, por essa razão, a felicidade, se depende exclusivamente de outra pessoa, é uma ilusão.

Você deve estar em busca da felicidade permanente. Como as pessoas apenas “passam” pela nossa vida, não podem nos proporcionar uma felicidade permanente, apenas momentânea.

Cuidado com a dependência!

À medida que você responsabiliza o outro pela sua infelicidade ou felicidade, desenvolve uma amargura e até ódio pela outra pessoa. Isso não lhe fará bem.

Seja feliz por você mesmo, e sorria nos momentos mais difíceis, pois, como já disse certa vez um homem sábio, “Não deixamos de brincar porque ficamos velhos; ficamos velhos porque deixamos de brincar. ”

Mensagem extraída do livro: É hora de ser feliz de Aguinaldo Paviani