Evangelho no Lar

por Vera Lúcia Nuzzi

57_Vera_Lucia_NuzziEvangelho no Lar é uma prática aconselhada pelo Espiritismo.

Faz-nos rever ensinamentos do Homem que há dois milênios esteve entre nós ensinando, exemplificando, praticando o Amor e o Perdão.

O ensinamento evangélico é a luz que todos precisamos para enxergarmos que somos seres espirituais, criados por Deus, em processo evolutivo para alcançarmos a plenitude de Ser, que Jesus chamou de Reino dos Céus.

Como praticar o Evangelho no Lar?

Em primeiro lugar escolhemos um horário em qualquer dia da semana em que, normalmente, não temos compromisso.

Convidamos as pessoas que moram conosco a participar, sem forçar, a participação deve ser espontânea.

Podemos, se for o caso, fazer o Evangelho no Lar sozinho.

Todos os passos do Evangelho no Lar: prece, leitura, comentários, devem ser feitos em voz alta, mesmo se estivermos sozinhos.

Semanalmente, no dia e horário que estabelecemos, praticamos o Evangelho no Lar da seguinte maneira:

1 – PRECE INICIAL. Fazemos uma prece, pode ser de forma espontânea ou uma prece conhecida, como por exemplo, o Pai Nosso.

2 – LEITURA. Iniciamos a leitura de um trecho do Evangelho Segundo o Espiritismo de Alan Kardec de forma aleatória ou sequencial. Se optarmos pela forma sequencial assinalamos onde paramos para continuarmos na próxima semana.

3 – COMENTÁRIOS. Comentamos os ensinamentos do trecho lido dizendo o que entendemos e como podemos aplicar esses ensinamentos no dia a dia.

4 – VIBRAÇÕES. Vibrar é conduzir nossos pensamentos e sentimentos para determinado fim. Vibramos para nosso lar e familiares para que sejam envolvidos em energias positivas, tais como amor, paz, equilíbrio, etc.

5 – PRECE FINAL. Fazemos uma prece de agradecimento.

A prática sistemática do Evangelho no Lar equilibra as energias do ambiente, pois atrai entidades espirituais sintonizadas com os ensinos evangélicos, além de nos fazer refletir nos ensinamentos lidos e adquirirmos o costume salutar, aconselhado por Jesus, de ORAR E VIGIAR.

Orando com sentimento buscamos o divino, acessamos nossa essência.

Estudando o evangelho voltamo-nos para nós mesmos, percebendo nossos pensamentos, sentimentos e ações habituais, conhecendo-nos melhor.

Conhecendo-nos melhoramos a convivência conosco mesmo, com nossos semelhantes e com a vida.