Centro Espírita Joanna de Ângelis

por Vera Lúcia Nuzzi

57_Vera_Lucia_NuzziO que falar sobre a Casa que nos possibilita um trabalho voltado ao cultivo da nossa religiosidade, a divulgação dos ensinamentos do Mestre Jesus e a prática de um serviço social voltado ao progresso de crianças, jovens e adultos?

 Enfocando o ponto de vista do trabalhador espírita poderia ser visto, simplesmente, como mais um local entre tantos, fundado a partir de um ideal de um grupo de pessoas dedicado ao esclarecimento espiritual e a ajuda ao próximo.

Mas, pessoalmente, digo que é mais do que isso, é um local de trabalho realizador onde temos a grande chance de doarmos um pouco de nós, facilitando o aflorar de nosso potencial interior, normalmente adormecido por falta de estímulos.

É um local onde temos de aprender a valorizar o outro, a trabalhar em equipe, pois, cada função, por mais simples que a primeira vista possa parecer, é de vital importância para o funcionamento do todo.

É um local que nos incentiva aprofundar nossos conhecimentos teóricos e práticos a respeito da Doutrina Espírita e a interagir com a Espiritualidade Maior no sentido de proporcionar a nós mesmos e aos nossos semelhantes um maior equilíbrio físico, mental e espiritual.

Enfim, o Centro Espírita Joanna de Ângelis, através de seus inúmeros trabalhos: palestras, passes, entrevista de orientação, cursos, trabalhos mediúnicos, evangelização infanto-juvenil, serviços assistenciais de cunho social, psicológico e psicopedagógico pode ser comparado a uma clínica terapêutica, a uma escola, a um pronto socorro de amplo aspecto, com enfoque na codificação kardecista.

É uma Casa iluminada. Sejam bem vindos ao CEJA. Seja com o CEJA.